Um amor de Criança.

 

O primeiro amor de Thomas foi como o da maioria das crianças. Foi totalmente puro e inocente e por fim fracassado. Tudo começou quando sua mãe o levou pela primeira vez no parquinho a um quarteirão perto de onde moravam.

Quando as pessoas chagam a primeira coisa que se vê são varias crianças brincando, mas a primeira coisa que Thomas viu foi Elena, ela estava brincando com as outras crianças e ela era a coisa mais linda que Thomas já tinha visto em toda sua pequena vida. Seu cabelo era como os fios de ouro saindo de sua cabeça e seus olhos dourados eram como a calda de caramelo que sua mãe colocava nas panquecas de manha.

Ela era  tão bonita que fez com que as pernas de Thomas congelassem por algum segundo o que fez com que sua mãe o puxasse pelo braço para levá-lo para perto das outras crianças que estavam brincando e logo ao chegar perto das crianças foi aceito por elas e começaram a brincar juntos.

Para o pequeno Thomas esse estava sendo o melhor dia da sua vida. Junto com varias crianças brincando, rindo e aproveitando a tarde como se não houvesse um amanha e depois de muito tempo brincando ele vai para casa de madeira para descansar e quando chega vê a pior cena que uma criança que acaba de se apaixonou pela primeira vez poderia ver.

Elena e Marco estavam de mãos dadas e por alguns segundos encostaram os lábios um no outro antes de se separarem e saírem da casa de madeira. Mas para Thomas aqueles segundos tiveram uma duração interminável era com se o próprio tempo estivesse parado e naquele momento seu corpo fraquejou suas mãos soaram seus olhos começaram a arder e a soarem também e por fim seu coração se quebrou em mil pedaços.

Naquele único dia o pequeno Thomas tinha pela primeira vez se divertido como nunca, mesmo que não saiba no momento tinha se apaixonado pela primeira vez e por ultimo teve seu coração partido. Isso tudo em um único dia.

Se você não estivesse apaixonado.

For Joseph.

Você se lembra da primeira vez que nós conhecemos? Não foi no bar da Eve quando você quase derramou sua bebida em min. Aquela não foi realmente a primeira vez que nos  vimos.

Uma semana antes no mesmo bar ti vi em uma briga .No começo pensei que seria somente mais um bêbado brigando por qualquer coisa boba. O que sempre se vê quando um grupo de homens que já beberam de mais se juntam.

Mas na semana seguinte depois de lhe vê ao lado da Nathali percebi uma coisa. Nathali era a garota que estava chorando antes da briga começar. E quando perguntei para uma amiga que estava comentando sobre a briga ela me contou que você tinha brigando pela Nathali. Por que aquele brutamontes tinha jogado sua bebida nela quando ela se recusou a beija-lo. Então quando você quase derrubou sua bebida em min quando nos esbarramos não fiquei brava, pois queria lhe conhecer melhor e minha curiosidade por você só aumentava cada vez mais com o decorrer da noite antes de começarmos a conversar.

Quando começamos a conversar cada historia que contavam, a cada ato heroico ou bobo que você fazia nessas historias era visível que você estava apaixonado pela Nathali, e pelo jeito que ela narrava cada uma das historias também se podia vê que ela  também estava apaixonada por você. Então quando a noite já estava quase se acabando e estava me sentindo mal por estar gostando cada vez mais de você percebi uma coisa.

Eu não estava me apaixonado por você. Eu estava me apaixonado por quem você e quando você esta com ela. Então comecei a me perguntar se seria capaz de me apaixonar por você se você não estive-se apaixonado por ela. E nesse momento não consegui acreditar no pensamento em minha cabeça pois se você não estivesse apaixonado por ela, eu não me apaixonaria por você.

In Amanda.